Gastronomia Molhos Receitas Salgados

Como Fazer um Molho Bolonhesa Vegano Delicioso

Muitas pessoas tem um “pré-conceito” com relação ao consumo de soja, o que é entendível devido a forma que ela está sendo produzida nos dias de hoje, com sementes transgênicas, regada de agrotóxicos, causando uma devastação gigante na nossa natureza. Mas isso não é culpa da soja gente, é do ser humano, então, não odeiem a soja, pois ao meu ver e de acordo com meus estudos, é um grão maravilhoso, assim como o feijão, a ervilha, o grão de bico. Porém, devido a sua forma de produção, procure sempre se informar sobre aquela marca que você está consumindo, e, sempre, opte pela soja/derivados de soja que seja orgânica e não transgênica. 

Agora, vamos falar sobre esse molho bolonhesa, o qual usaremos a carne de soja. Mas calma aí, que se a sua proteína de soja texturizada for de boa qualidade e bem tratada antes de ir para a panela, ficando de molho na água quente ou caldo de legumes,  for bem lavadinha depois de ter ficado de molho e for bem refogada e temperada, não vai ficar com aquele gosto forte que muita gente não gosta. É capaz que se você fizer e não contar que é soja muita gente não vai nem desconfiar, pois esse molho tem um tratamento e um longo cozimento que faz a carne de soja absorver todo o sabor de temperos e do molho de tomate que vamos usar. E apesar de terem vários detalhes para se atentar, é uma receita super fácil de fazer, acessível, protéica e é uma delícia que só provando pra saber!

Ah, antes de irmos para a receita vou deixar aqui meu convitinho para você me acompanhar nas Redes Sociais, onde sempre posto as novidades aqui do blog! Estou no Instagram, Facebook e Pinterest!

Bom, agora chega de bla bla bla e vamos para a receita desse molho bolonhesa vegano! 😀

Como Fazer um Molho Bolonhesa Vegano Delicioso
Avaliação
Imprimir
Ingredientes
  1. 1 xícara de carne de soja (proteína de soja texturizada)
  2. água
  3. 1 cebola
  4. 1 lata pequena (400g) de tomates pelados
  5. 1 colher de sopa de óleo vegetal
  6. sal a gosto
  7. pimenta do reino a gosto
  8. 1 colher de chá de colorau em pó
Instruções
  1. Comece aquecendo uma panela com água
  2. Em um bowl, coloque a proteína de soja e cubra-a com a água quente. Reserve
  3. Enquanto isso, pique sua cebola, abra sua lata de tomates pelados com muito cuidado e separe os outros ingredientes que vão para a receita, ou seja, faça famoso mise en place
  4. Agora, com tudo em mãos, aqueça o óleo vegetal em uma panela preferencialmente funda e antiaderente, e doure a cebola. Nessa etapa gosto de colocar uma pitada de sal e um pouco de pimenta do reino na cebola para os sabores já irem agregando melhor
  5. Enquanto doura a cebola, escorra a água da proteína de soja e lave bem em água corrente. Esprema para tirar o excesso de água e leve para a panela, assim que estiver bem douradinha sua cebola
  6. Dê uma refogada na carne e então acrescente o colorau em pó para dar uma cor e sabor a mais
  7. Acrescente toda a lata de tomates pelados, 1/2 xícara de água, mais sal e pimenta do reino. Diminua o fogo, tampe a panela e agora é deixar a magia acontecer, quanto mais tempo ficar cozinhando em fogo baixo, mais saboroso esse molho vai ficar. Eu deixo cozinhando aproximadamente 45 minutos
  8. Aí é só ir mexendo de vez em quando, provar para acertar o sal e a pimenta e prontinho para servir!
Notas
  1. Esse molho serve 2 a 3 pessoas, dependendo dos acompanhamentos
  2. Vai muito bem com massas em geral, mas sou apaixonada em comer esse molho especialmente com macarrão
  3. Os tomates pelados são bem macios, então antes de irem para a panela basta dar uma cortadinha nos tomates dentro da lata mesmo (ensino lá no Instagram) e se ficar algum pedaço grande é só amassar com a colher. E ao longo do cozimento eles vão desmanchando e formando um molho maravilhoso
  4. A proteína de soja gosto de usar aquela que é mais escurar porque tem mais aparência de carne moída, e a marca que gosto de usar por não ser transgênica é a jasmine
  5. Se você tiver em mãos, vale hidratar a proteína de soja com um caldo de legumes quente
  6. Algumas pessoas finalizam o bolonhesa com leite, confesso que nunca fiz dessa forma, mas acredito que vale a pena experimentar. Acredito que fique uma delícia finalizar com leite de castanha de caju, quando eu fizer dessa forma conto aqui para vocês como ficou
  7. Se você gosta de pimenta, acrescente um pouco de pimenta vermelha em pó ou paprica picante junto com o colorau
NômadeVeg http://nomadeveg.com.br/

Espero que vocês gostem e aproveitem essa receita!

Beijinhos de luz,

 

 

Related Posts

No Comments

Leave a Reply